Picape automática? Saiba o que você não deve fazer!

Picape automática? Saiba o que você não deve fazer!

Trocar de marcha desnecessariamente




Os velhos hábitos podem ser difíceis de mudar. Muitos motoristas, por vícios do câmbio mecânico, acabam colocando o veículo na marcha neutra ou em estacionamento ao parar em semáforos e engarrafamentos. Embora pareça natural, essa ação acaba gerando queima de combustível, diminuindo suas economias. Na hora de parar, lembre-se da ferramenta feita para esta finalidade: o freio.


A famosa “banguela”




Este hábito torna-se ainda menos recomendável no caso de veículos automáticos. Primeiramente, por não reduzir o gasto de combustível, e em segundo, por comprometer o controle do motorista sobre o utilitário. Utilizar a marcha neutra em ladeiras é uma prática perigosa e não possui nenhum benefício que justifique seu uso.


Frenagem com a perna esquerda




O câmbio automático provoca duas coisas imediatas ao motorista: praticidade e ociosidade da perna esquerda. Por isso, é muito comum utilizar esta perna livre para realizar a frenagem do veículo. Esta não é uma atitude recomendada, pois pode provocar frenagens bruscas e fortes - é uma mudança de hábito enorme - e que pode levar até um motorista experiente a tomar alguns sustos. Lembre-se, utilizar a perna direita sempre será mais seguro.


Vai com calma!




Ainda falando sobre dificuldade em perder velhos hábitos, muitos motoristas acabam dando um tranco na hora de trocar a marcha do câmbio automático. Este é um sistema mais sensível, onde um movimento delicado é o suficiente. Acelerar rapidamente também é um erro, pois o sistema irá reconhecer a necessidade de aumentar o giro, apenas para reduzi-lo depois no caso de um semáforo ou parada obrigatória. Acelerar gradualmente com o veículo automático é fundamental para uma boa experiência.


Lembre-se da manutenção




Por se tratar de um sistema automático e, portanto, menos propenso a erros, é comum ver motoristas que simplesmente ignoram a necessidade de manutenções. Lembre-se de que veículos automáticos também devem receber cuidados periodicamente, para evitar que a mecânica sofra prejuízos a longo prazo.